AML Consulting - Narcotráfico se destaca pela facilidade com que o dinheiro “sujo” é inserido em diferentes setores do mercado

Narcotráfico se destaca pela facilidade com que o dinheiro “sujo” é inserido em diferentes setores do mercado


AML Consulting alerta para diferentes infrações penais que envolvem práticas de regularização de dinheiro ilegal

Corrupção, caixa dois e fraude são alguns dos delitos mais conhecidos que antecedem a lavagem de dinheiro, por estarem diretamente relacionados ao atual cenário político brasileiro. Porém, o narcotráfico se destaca pela sofisticação e facilidade com que o dinheiro “sujo” é inserido em diferentes setores do mercado. De acordo com a AML Consulting, maior bureau reputacional e líder nacional no mercado de soluções e serviços de prevenção à lavagem de dinheiro, existem mais de 86 mil pessoas físicas e jurídicas envolvidas com o narcotráfico no país.


“Os traficantes e seus laranjas misturam o dinheiro proveniente do crime com valores oriundos de empresas de diversos segmentos, sendo algumas delas de fachada. Postos de combustíveis, estacionamentos, bares, restaurantes e pequenos supermercados são alguns dos segmentos mais utilizados para essa prática, pois esses estabelecimentos podem movimentar grandes volumes em espécie sem levantar suspeitas”, explica Alexandre Botelho, sócio-fundador da AML Consulting.


Algumas iniciativas das áreas de prevenção à lavagem de dinheiro podem possibilitar que essas práticas sejam descobertas e comunicadas ao COAF - Conselho de Controle de Atividades Financeiras. “Fortalecer programas como o Conheça seu Cliente - Know Your Customer (KYC) e monitorar as movimentações, no caso do mercado financeiro, fazem parte de um conjunto integrado de ações que permitem a identificação desses crimes”, indica.


A Lei 9.613/98 com as alterações introduzidas pela Lei 12.683/12 atendem a três gerações ligadas aos crimes antecedentes à lavagem de dinheiro: a primeira se ateve aos recursos e bens provenientes do narcotráfico; em seguida, alguns países incluíram outras infrações penais em suas listas; já a legislação de terceira geração, aderida pelo Brasil em 2012, atrela a lavagem de dinheiro a qualquer infração penal antecedente. “Exploração de jogos de azar, sonegação fiscal e até a venda de produtos falsificados ou contrabandeados estão ligados aos crimes antecedentes e podem configurar a prática da lavagem de dinheiro”, finaliza Botelho.



A Crítica
http://www.acritica.net/editorias/geral/narcotrafico-se-destaca-pela-facilidade-com-que-o-dinheiro-sujo/227730/